Então, o que podemos fazer para aumentar ou reduzir naturalmente os nossos níveis de neurotransmissores?

Vamos tentar dar resposta, ao longo dos próximos tempos, explicando e dividindo cada neurotransmissor em excitatório ou inibitório e a forma de controlá-lo.

A distinção entre neurotransmissores excitatórios e inibitórios é um espectro, não uma divisão absoluta. Os efeitos de um neurotransmissor dependem do tipo de recetor que tem ligado, o que significa que o mesmo neurotransmissor pode ser excitatório ou inibitório, dependendo das circunstâncias.

Assim, os neurotransmissores que são primariamente excitatórios e classificados como tal podem, realmente, ser inibitórios em algumas circunstâncias. Há também neurotransmissores, como a acetilcolina, que não são predominantemente excitatórias ou inibidoras, e por isso não se encaixam em qualquer categoria.

Comecemos então pela Acetilcolina.

A Acetilcolina controla a contração do músculo esquelético, do coração, do sistema digestivo e a nível cerebral os estados de motivação, excitação e atenção. A Acetilcolina é produzida a partir da colina (nutriente essencial obtido a partir da dieta). A colina também é necessária para o metabolismo das gorduras, proteção celular, função nervosa e outras reações bioquímicas.A Acetilcolina é responsável por:

• Vasodilatação
• Redução frequência cardíaca (diminui a contração do miocárdio)
• Relaxamento intestinal
• Contração muscular
• Aumento da salivação e sudorese
• CogniçãoSe os níveis de Acetilcolina estão muito elevados pode ocorrer:

• Queixas psicossomáticas
• Ansiedade
• Depressão
• Fraqueza muscular
• Confusão mental
• Aumento da sudorese e salivaçãoSe os níveis de Acetilcolina estiverem muito baixos pode ocorrer:

• Visão turva
• Boca seca
• Tontura e perda de equilíbrio
• Bloqueios de fala
• Euforia
• Comportamentos antissociaisComo podemos equilibrar os nossos níveis de Acetilcolina:

Estilo de vida:
• Exercício
• Meditação e Yoga

Alimentos ricos em colina:
• Ovos
• Feijão, soja
• Peixe e Frutos do mar
• Leite e derivados
• Fígado
• Cogumelos

Suplementos:
• Colina
• Lecitina de soja
• Óleo de peixe
• ALC-Acetil l-carnitina(+colina)

Élio Silva