Serviço de aconselhamento de medicamentos e produtos veterinários.

A Farmácia Aliança disponibiliza uma variedade de medicamentos e produtos para os animais.

Apoiamos a saúde, conforto e o bem-estar dos seus animais.

Desparasitação Animal

Tudo o que precisa de saber para cuidar do seu animal

A desparasitação é um cuidado essencial a ter para com o seu animal de estimação. Trata-se de uma medida preventiva que consiste na eliminação de parasitas que se encontram presentes no animal. A desparasitação animal não beneficia apenas o animal mas o ser humano também. Os parasitas podem infestar com mais incidência as crianças, idosos e pessoas com imunossupressão.

Tipos de desparasitação:

• Interna:  endoparasitas (parasitas intestinais, pulmonares e urinários)
• Externa:  ectoparasitas (pulgas, carraças, piolhos, mosquitos, moscas, ácaros)

Os desparasitantes internos encontram-se disponíveis sob a forma de comprimidos ou pastas. A escolha do mesmo deverá ser feita consoante a forma mais prática de administrar ao animal.

Os desparasitantes externos encontram-se disponíveis sob a forma de sprays, ampolas spot-on, comprimidos e ainda coleiras insecticidas. Caso se utilizem pipetas como forma de desparasitação, à que ter em atenção que existem pipetas distintas para aplicação em cães e em gatos e que as mesmas não deverão ser trocadas sob risco de intoxicação para o animal

Como fazer a desparasitação?

Desparasitação interna

• Tanto em cães como em gatos a primeira vez deve ser feita até aos primeiros 15 dias de vida. Depois deverá ser feita mensalmente até aos 6 meses de idade.
• A partir dos 6 meses a desparasitação deverá ser feita cerca de 2-3 vezes por ano, consoante os hábitos de vida do animal e ambiente que frequenta.
• Cadelas gestantes ou em período de lactação também poderão fazer desparasitação interna mediante aconselhamento veterinário para o caso específico.

Desparasitação externa

• Os sprays podem ser colocados nas doses apropriadas ao animal em questão , a partir dos 15 dias/1 mês de idade, podendo repetir-se quinzenalmente..
• As ampolas spot on,consoante as marcas e correspondente principio activo, podem iniciar-se às 6/ 7 ou 8 semanas de idade, e devem repetir-se mensalmente, com efeito preventivo.
• As coleiras insecticidas são normalmente aplicadas apartir dos 6 meses de idade, e a sua durabilidade varia de marca para marca.
• Os comprimidos destinam-se a matar e esterilizar as pulgas ( e não carraças) e podem ser administrados 1 vez por mês em animais adultos.

Apesar de serem dois tipos de desparasitação distintas, a desparasitação externa funciona como adjuvante da desparasitação interna uma vez que alguns ectoparasitas podem transmitir endoparasitas. Deste modo efectuar uma correcta desparasitaçao quer interna quer externa do seu animal de estimação é uma das formas mais eficazes de proteger, quer o seu animal, e a sua família.

Joana Pires
(Farmacêutica Estagiária)

Informação recolhida das seguintes fontes:
– Desparasitação e Vacinação
– “Saúde em 4 Patas” – Desparasitação nos animais de companhia
– Desparasitação – tudo o que precisa saber

Nova geração de coleiras contra parasitas externos para animais de estimação!

Seresto® é a nova coleira que oferece proteção até 8 meses contra pulgas e carraças.
Foi pensada de forma a aumentar o tempo de duração e diminuir as doenças, tal como a Leishmaniose.
Pode ser utilizada a partir dos 7 meses de vida do seu animal e encontra-se disponível para cães e gatos.

Esta coleira possui diversas vantagens em relação a outras coleiras existentes no mercado, pois:
– possuí 2 substâncias ativas que atuam por sinergismo;
– contém uma matriz polimérica, que permite uma libertação controlada em doses baixas das substâncias ao lomgo do tempo, daí abranger até 8 meses;
– é inodora e resistente à água, podendo dar banho ao seu animal sem ter de tirar a coleira;
– é segura para o animal de estimação, mesmo que este a morda.

Como aplicar a coleira:

1) retire a coleira apenas no momento de aplicação;
2) desenrole a coleira e retire os restos de plástico nela existentes;

3) ao colocar a coleira à volta do pescoço certifique-se de puxar a extremidade livre da coleira pela argola e não se esqueça de deixar uma folga de 2 dedos entre o pescoço e a coleira;

4) cortar o excesso de coleira.

No caso dos gatos, a coleira oferece um mecanismo de abertura de segurança, onde a própria força do animal é capaz de alargar e até mesmo romper a coleira.

É essencial proteger os seus animais de estimação.
Em caso de dúvidas, consulte a sua farmácia de eleição.

André Pinto
Farmacêutico Estagiário

Bibliografia:
– www.seresto.pt/pt/home.php
– www.tiendanimal.pt/seresto-caes-coleira-antiparasitaria-longa-duracao-meses-p-7234.html